Menu

Associados

Liebherr T284, um gigante da mineração

Imagem retirada de https://estradao.estadao.com.br/caminhoes/liebherr-t284-um-gigante-da-mineracao/ Imagem retirada de https://estradao.estadao.com.br/caminhoes/liebherr-t284-um-gigante-da-mineracao/

Considerado um dos maiores caminhões de mineração do mundo, o Liebherr T284 oferece a maior capacidade de carga útil para o segmento, segundo a empresa. A depender da versão, o veículo suporta 400 toneladas, o que faz de seu peso bruto total (PBT) de 661 toneladas.

Os valores são meramente referência, afinal, o trabalho diário nas minas supera o que aponta as especificações técnicas. De qualquer maneira, o que pode carregar o veículo da fabricante alemã de máquinas equivale a quarenta elefantes das savanas africanas, o maior deles.

A chave para poder oferecer mais capacidade de carga útil está no conceito de construção do veículo, que fez dele mais leve: 261 toneladas, quando vazio. De acordo com a fabricantes, a estrutura do Liebherr T 284 incorpora componentes fundidos em áreas estratégicas e caixas ocas com reforços internos, o que permitiu reduzir o peso total do equipamento.

Para transferir tanto peso em regimes de até 24 horas, como é habitual no segmento de mineração, exige tecnologia e, claro, muita potência e força. o Liebherr T284 sai de fábrica equipado com um impressionante motor de 94,5 litros com 20 cilindros que desenvolve 4.000 cv a 1.800 rpm. O cliente, no entanto, a depender do que espera do resultado, pode optar por motores menos potentes e menores, de 3.650 cv ou 3.500 cv, de 18 cilindros. O Liebherr T284 chega a 64 km/h.

Associado ao motor, o funcionamento do caminhão é auxiliado por um sistema de acionamento elétrico que determina a melhor maneira de aproveitar a energia gerada pelo motor a diesel. Como um câmbio inteligente, o chamado AC Litronic Plus, gerencia a potência conforme a necessidade, priorizando o desempenho ou a redução de combustível, conforme as condições de trabalho.

Como as capacidades, as dimensões do veículo também são superlativas perto de caminhão normal. Em vez de três ou quatro degraus para chegar à cabine, o operador de um Liebherr T284 precisa mesmo é escalar uma escada para chegar ao seu posto de comando a pelo menos 7 metros de altura do chão. O mesmo vale para o comprimento e largura, de quase 16 metros e 10 metros, respectivamente. Medidas que ocupariam praticamente uma quadra de vôlei inteira. Vale mencionar que os pneus, na medida 59.80R, poderiam fazer uma pessoa de 2 metros de altura se sentir a menor das criaturas.

Uma unidade do Liebherr T 284 roda na América do Sul, na mina de Collahuasi, considerada a segunda maior operação de cobre do mundo, localizada na região de Tarapacá, no Chile. O veículo chegou em fevereiro passado para integrar uma frota de outros sete Liebherr T282C, a geração anterior do T284, porém, não menos capazes e gigantes.

fonte: estrada.estadao

Newsletter

Cadastre-se em nosso informativo e mantenha-se atualizado.

Associados