Menu

Associados

Entrada de dólares supera saída em US$ 7,444 bi em abril até o dia 20, diz BC

Imagem retirada de http://mercadopopular.org/wp-content/uploads/2015/03/173862_ext_arquivo.jpg Imagem retirada de http://mercadopopular.org/wp-content/uploads/2015/03/173862_ext_arquivo.jpg

O Brasil já recebeu mais de US$ 7 bilhões no mês de abril até o dia 20. Dados preliminares divulgados nesta terça-feira, 25, pelo chefe do departamento econômico do Banco Central, Túlio Maciel, indicam que houve entrada líquida de US$ 7,444 bilhões no acumulado do mês até a última quinta-feira, 20.

Segundo o BC, a entrada de dólares foi liderada pelo fluxo gerado pela balança comercial, que contribuiu com US$ 3,870 bilhões no período. Essa cifra é resultado de exportações totais de US$ 10,587 bilhões, sendo que US$ 1,605 bilhão foi registrado em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 2,260 bilhões em pagamento antecipado de exportação (PA) e US$ 6,723 bilhões foram declarados nas demais operações de exportação. Essa cifra superou a soma das importações do período de US$ 6,717 bilhões.

O fluxo financeiro também foi positivo no período. Segundo Maciel, a conta foi responsável pelo ingresso de US$ 3,573 bilhões, resultado de ingressos totais de US$ 27,077 bilhões e saídas de US$ 23,504 bilhões.

Posição no câmbio
Com a entrada de dólares no acumulado das primeiras três semanas de abril, bancos reduziram a posição vendida no mercado de câmbio. No fim de março, instituições financeiras estavam vendidas em US$ 21,925 bilhões. No último dia 20, essa posição vendida somava US$ 14,455 bilhões. No jargão do mercado financeiro, estar "vendido" representa a crença de que o preço do ativo - neste caso, o dólar - pode cair no futuro.

fonte: Udop, com informações do Estadão Conteúdo (texto extraído do portal Faesp Senar)

Newsletter

Cadastre-se em nosso informativo e mantenha-se atualizado.

Associados