Menu

Associados

Cobre opera em baixa com preocupações sobre economia global

Imagem retirada de:https://abrilexame.files.wordpress.com/2016/09/size_960_16_9_paranapanema-460-310-jpg10.jpg Imagem retirada de:https://abrilexame.files.wordpress.com/2016/09/size_960_16_9_paranapanema-460-310-jpg10.jpg

Os futuros de cobre operam em baixa em Londres e Nova York na manhã desta terça-feira, em meio a preocupações sobre a desaceleração da economia global.

 Por volta das 9h20 (de Brasília), o cobre para entrega em três meses negociado na London Metal Exchange (LME) caía 1,35%, a US$ 6.050,50 por tonelada.

 Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), o cobre para março tinha queda de 1,54%, a US$ 2,7120 por libra-peso, às 9h45 (de Brasília).

“O fraco desempenho dos mercados acionários – os principais índices de ações dos EUA caíram mais de 2% ontem e as bolsas asiáticas também recuaram hoje, em alguns casos de forma significativa”, pesou nos preços dos metais, segundo analistas do Commerzbank.

 A tendência é que os preços do cobre e de outros metais básicos se mantenham em queda, de acordo com Matt France, chefe de vendas institucionais de metais da corretora Marex Spectron. “A macroeconomia está fraca e o apetite pelo risco dos metais é fraco,” avaliou.

 Entre outros metais na LME, o viés era majoritariamente negativo. No horário indicado acima, o alumínio cedia 0,22%, a US$ 1.938,00 por tonelada, o estanho recuava 0,31%, a US$ 19.200,00 por tonelada, o zinco diminuía 1,27%, a US$ 2.517,50 por tonelada, e o níquel caía 0,55%, a US$ 10.935,00 por tonelada. Exceção no mercado inglês, o chumbo subia 0,47%, a US$ 1.938,00 por tonelada.

 

Fonte: Isto É

Newsletter

Cadastre-se em nosso informativo e mantenha-se atualizado.

Associados